Sta Cruz das Palmeiras Inicia Racionamento de Água.

Racionamento de Água passa a vigorar todos os dias, das 7h às 16h, em Santa Cruz das Palmeiras.

Medida emergencial começa neste sábado (9) e foi tomada após a cidade registrar menos da metade da chuva esperada nos últimos meses; população deve evitar desperdícios e usar água com consciência

O racionamento de água começa a vigorar todos os dias, incluindo sábados, domingos e feriados, das 7h às 16h, em Santa Cruz das Palmeiras. Emergencial, a medida decretada pela Prefeitura tem início neste sábado (9), em todos os bairros e também na região central, e visa garantir o abastecimento aos moradores da cidade durante este período crítico de estiagem.

Choveu menos do que o esperado nos últimos três meses em Palmeiras. Em janeiro de 2019, o índice pluviométrico foi o pior dos últimos 10 anos: apenas 64 mm. O valor representa só 23,4% da média que o município costuma registrar neste período anualmente, que é de 273 mm.

Os dados foram divulgados pela Comissão Técnica Municipal, que foi nomeada pela Prefeitura há três meses para solucionar a crise hídrica e vem fazendo diagnósticos sobre a situação atual da cidade.

O monitoramento das barragens e dos índices pluviométricos faz parte destas ações e já vinha apontando um panorama preocupante. Desde novembro do ano passado chove pouco em Palmeiras. Na ocasião, foram 179 mm contra 244 da média anual. Em dezembro, o índice foi de 127 mm – a média era, até então, 250 mm.

A estiagem e a falta de ações de administrações anteriores voltadas a melhorias no abastecimento agravaram ainda mais a situação. “O racionamento é uma medida emergencial e extrema, mas fomos obrigados a tomá-la para impedir que a população fique totalmente sem água neste período. Administrações anteriores não investiram para melhorar a captação e o armazenamento de água da nossa cidade e, agora, estamos enfrentando também a falta de chuva, que prejudicou ainda mais a situação”, lamenta o prefeito Zé da Farmácia, que assumiu o cargo há seis meses.

Ele pede que a população não desperdice água e seja consciente. “Precisamos da colaboração de todos neste momento crítico. Precisamos que a população economize água e evite usá-la, se não for realmente necessário”, completa.

            A Prefeitura orienta que a população reaproveite a água da máquina de lavar roupas, por exemplo, para a lavagem de quintais, garagens e demais dependências internas domiciliares. A lavagem, caso seja realmente necessária, está permitida aos sábados, mas os casos de desperdício estarão sujeitos à multa. Lavagem de carros e calçadas está temporariamente proibida na cidade.

Assessoria de Comunicação/Prefeitura.

Sta Cruz das Palmeiras Inicia Racionamento de Água.